Você sabe o que é realmente direção defensiva?

Você sabe o que é realmente direção defensiva?

Você sabe o que é realmente direção defensiva?

Provavelmente você já ouviu falar sobre ‘direção defensiva’, mas será que você realmente sabe o que isso significa? Pois bem, neste artigo vamos explicar o termo, bem como acabar com qualquer ideia confusa que possa estar rolando.

Afinal, o curso já é um dos mais conhecidos por muitas pessoas e também um dos mais recomendados para milhares que buscam aperfeiçoar o currículo e garantir melhores posições no mercado. Vamos lá?

Afinal, o que é direção defensiva?

A princípio, é válido destacar que a direção defensiva é um ensino amplo e que envolve uma série de ações diferentes. Isso porque, o foco desse ensino é garantir que você aprenda, não só na teoria, mas na prática, mais sobre a segurança de:

  • Passageiros;
  • Pedestres;
  • Motoristas;
  • Ciclistas;
  • Entre outras pessoas.

Mas existem diversas coisas que talvez você não saiba. Para começar, o Código de Trânsito Brasileiro definiu que todos os motoristas devem aprender sobre direção defensiva, como parte do curso de formação. Sendo que isso vem acontecendo desde 2005.

O problema é que muitas pessoas fazem o curso sem perceber exatamente o que estão aprendendo, sem dar muito valor a isso. Tal exigência vem como uma medida para tentar tornar o trânsito mais seguro.

Ao mesmo tempo, a legislação brasileira afirma que todos os fabricantes de veículos devem sempre entregar um manual junto com o carro. Neste manual, você deve encontrar:

  • Normas de circulação;
  • Penalidades;
  • Infrações;
  • Direção defensiva;
  • Ensino sobre primeiros socorros;
  • Entre outros assuntos.

Ou seja, não são apenas os cursos online que focam em ensinar você a ser um condutor melhor, mas também a lei.

Como fica a direção defensiva em meio a isso?

Seguindo o que diz o Denatran, a direção defensiva vem como um curso/ensino que reúne maneiras de dirigir melhor e ser alguém melhor no trânsito. A ideia é evitar três possíveis situações:

  • Negligência: que se refere à falta de cuidado para dirigir;
  • Imprudência: referente à precipitação, ao ato de fazer e agir sem pensar;
  • Imperícia: que se refere à falta de competência para dirigir.

A partir disso, podemos considerar o curso de direção defensiva como um ensino básico e primordial para a segurança. Entretanto, ainda é comum que muitos motoristas vejam tal ensino como algo que não funciona na prática.

No geral, isso acontece porque existe uma cultura sobre a direção, que é transmitida de geração em geração, e também através de filmes, séries e outros meios de comunicação.

Nesta cultura, é ensinado que existem “pequenas coisas” que podem ser feitas, e tudo bem.

Mas não é bem essa a realidade

Por exemplo, os filmes sempre mostram pessoas dirigindo e conversando no celular, virando o rosto para o passageiro ou mesmo deixando o cinto de lado. Na prática, todas essas ações podem colocar não apenas a sua vida em risco, mas de todos que cruzarem o seu caminho.

Outras situações comuns incluem o dia a dia mesmo. Por exemplo, em cidades pequenas, é comum estacionar de qualquer jeito, andar sem o cinto, ficar com um dos braços para fora do carro, etc.

O problema é que esses comportamentos começam a se tornar vícios, como o ato de tirar o pé dos pedais em uma descida, deixando o carro em ponto morto. Dessa forma, as chances de acidentes aumentam, junto com a sua distração no volante.

Afinal, não é incomum conversar com pessoas que relatam que tiraram os olhos na pista por “um segundo” ou que “não sabem como tudo aquilo aconteceu”. Portanto, a direção defensiva se encaixa como uma maneira de ensinar, conscientizar e garantir que a teoria e a prática funcionem.

Tipos de direção defensiva

Ao contrário do que você pode pensar, o curso de direção defensiva é bastante amplo.

Portanto, existem alguns tipos de direção defensiva, por isso, para facilitar o entendimento, explicamos mais sobre cada caso:

Preventiva

A direção preventiva tem como objetivo ensinar os condutores a antecipar os riscos do trânsito. Desse modo, o foco é ensinar o condutor a dirigir para evitar acidentes e conflitos, garantindo mais cuidado e também mais calmaria.

Por exemplo, a ideia é ensinar você a como prever possíveis acidentes que podem acontecer, como quando um carro está dirigindo de forma imprudente. Também vale para situações comuns, como questões relacionadas à velocidade, desvios de atenção, etc.

Corretiva

Por outro lado, a direção corretiva tem como foco garantir que você saiba o que fazer diante de uma situação que não pode ser antecipada. Afinal, surpresas podem acontecer.

Assim, o curso visa ensinar os motoristas a pensar e agir de maneira rápida e eficaz, para reduzir ou evitar acidentes. Por exemplo, quando você está dirigindo e se depara com um acidente ou com um carro que parou em cima da pista.

A direção corretiva garante que você avalie rapidamente o que pode ser feito para evitar aquela colisão, como ir para o acostamento e avisar outros motoristas.

Entenda mais sobre a direção agressiva  

A direção defensiva surgiu em contraponto com a direção agressiva, que se tornou comum nas autoestradas. Em síntese, a direção agressiva é aquela onde o condutor coloca a sua vida, e dos demais, em risco.

Para isso, é possível identificar diversos problemas durante a condução de um veículo. Exemplo disso são motoristas que dirigem olhando apenas para um ponto, que não se concentram na atividade ou que se perdem facilmente.

Como aquelas pessoas que acabam olhando mais a paisagem, passageiro ou outras coisas que a própria direção. Desse modo, a direção agressiva é o contrário de defensiva, sendo um dos principais problemas que causa acidentes no trânsito.

Porém, tenha em mente que isso não quer dizer que o motorista seja verbal ou fisicamente agressivo. Mas sim que o cuidado durante a condução é baixo ou inexistente.

Geralmente, esses motoristas não respeitam as placas de sinalização, ou mal prestam atenção nelas, dirigem acima do limite de velocidade e não prezam pela segurança. Seja deixando o uso do cinto de lado, ultrapassando em local perigoso/proibido, etc.

Considerações finais

Por fim, você ainda ficou com alguma dúvida sobre o que é realmente direção defensiva ou mesmo sobre algum outro tópico desse tema? Comenta aqui embaixo para que eu possa ajudar você.

Aproveite e compartilhe também as suas dicas ou mesmo alguma experiência com nossos leitores. Grande abraço e até o próximo artigo!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *