Veja algumas adaptações interessantes para veículos

Veja algumas adaptações interessantes para veículos

Muitos não sabem, mas pessoas com deficiência física podem dirigir veículos sem grandes problemas, pois basta adaptar o carro para que algumas funções sejam facilitadas.

Neste artigo, você vai entender mais sobre as adaptações veiculares e receber as melhores dicas sobre como adaptar um carro.

Deficiência nos membros superiores

O pomo giratorio removivel é uma peça acessório com o objetivo de facilitar os movimentos de esterçar e manobrar. Isso é muito positivo e essencial para um grupo de motoristas, aqueles com alguma deficiência física ou motora.

Os motoristas que não possuem algum dos dois membros superiores, são capazes de dirigir equipando o carro com o pomo, utilizando apenas um dos membros. Além disso, a peça pode auxiliar a direção de quem possui alguma limitação motora de preensão.

A preensão é o ato de apertar e o de segurar. São motoristas que apresentam dificuldade em realizar manobras, pois não conseguem segurar o volante com firmeza necessária.

Para entender como isso acontece, é preciso saber que o adaptador pomo permite girar o volante em 360º com apenas uma das mãos.

É uma peça única, com formato esférico, presa ao volante (na parte onde normalmente se segura) e facilmente removível. Assim, quando algum amigo que não possui deficiência e não aprecia o acessório for usar o carro, basta retirá-lo.

Quando não há movimento nos dedos, utilizam-se alças com espaço para o punho e para alguns dedos, de modo que a mão fique “presa” ao volante e ele possa ser usado com os movimentos do braço.

Existem versões de alças, com modelos que podem ser mais ou menos adequados para a situação específica de cada pessoa com necessidades especiais.

Deficiência nos membros inferiores

Uma das adaptações para carro mais úteis é o acelerador esquerdo. Essa adaptação permite que pessoas com deficiência nos membros inferiores consigam utilizar o frio e o acelerador de forma manual.

Isso acontece transferindo essas peças para a zona do volante. Basicamente, é uma alavanca que quando colocada para frente, acelera e, quando colocada para trás, freia.

Em alguns casos, a pessoa possui movimentos de extensão do braço fracos e então a alavanca é alongada, ficando mais próxima do corpo para melhorar a funcionalidade. Também é possível utilizar alças para facilitar o ato de segurar.

Uma das principais vantagens é que a adaptação acelerador e freio manual preço baixo, é a solução mais simples e fácil para quem deseja adaptar um carro.

Pessoas com tetraplegia podem utilizar tanto a adaptação para os membros inferiores quanto a para os membros superior, em conjunto.

Vale lembrar que a escolha do carro também influencia muito no sucesso das adaptações. É recomendado que se escolha um carro:

  • Com banco de altura próxima ao assento da cadeira;
  • Maior ângulo de abertura na porta de motorista;
  • Volante com maior altura;
  • Portas mais largas (evitar modelo quatro portas);
  • Porta-malas espaçoso;
  • Volante e freio leves, direção hidráulica.

Outra característica que pode auxiliar em todas as situações é o cambio automatico. Basicamente, é um carro sem pedal de embreagem, com um sistema de transmissão autônoma.

Tal característica é de suma importância, pois quanto menos peças precisarem de manuseio durante a direção melhor, para que o motorista não fique sobrecarregado. Dessa forma, o carro mudará sua velocidade e torque de acordo com o terreno por si só, resultando em mais segurança.

É importante lembrar que a situação deve ser avaliada por um profissional da área, para que seja instalado um comando segurança e se possa dirigir com conforto.

Cada necessidade pede por um conjunto de equipamentos diferentes e como há diferentes modelos para as peças, é necessário escolher com sabedoria qual é o melhor para determinada pessoa.

Para situações menos comuns, existem adaptações que podem ser usadas com o cotovelo, com a cabeça e outras partes do corpo.

Itens como controles de farol, buzina, seta e comandos, costumam ficar na área do painel. Como há um amplo leque de possibilidades, a consulta com profissional adequado é indispensável.

Por fim, é importante ressaltar a importância de dirigir um carro para uma pessoa com deficiência. Isso promove inclusão social, além de oferecer mais autonomia, aumentando a qualidade de vida.

Com essas adaptações, é possível manter uma vida social saudável, não dependendo de mais de ninguém para ir ao médico periodicamente.

Mais do que isso, é importante pensar em como a situação de inclusão é precária no Brasil. Infelizmente, as barreiras arquitetônicas para esse público ainda são muitas e o transporte público deixa muito a desejar.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *