Personalizando veículos de forma adequada

acessórios veículos

Personalizando veículos de forma adequada

A paixão por veículos faz os motoristas gastarem pequenas fortunas, não só comprando o carro dos sonhos, como também o equipando com diferentes acessórios, como pintura personalizada, sistemas de som automotivo e navegação e, até mesmo, sistemas de TV integrados, com disponibilidade de telas nos bancos traseiros, para maior conforto dos passageiros.

Há, ainda, a aplicação de acessórios de segurança, como travas para volantes, travas para câmbios e engates traseiros para o transporte de carretilhas, que podem ser anexadas a um veículo.

Para isso, no entanto, é preciso que os itens (como os engates) estejam com o documento devidamente expedido, com identificação de placa, que segue a mesma do veículo.

Personalização de veículos requer gastos

A customização pode ser feita com custos baixos também, como o uso de adesivos em lugares específicos, como o capô e o teto.

Há proprietários de veículos que podem investir um pouco mais e gastar uma verba no envelopamento do veículo, que pode trazer cores específicas de um personagem de cinema ou televisão.

Mas vale destacar que as mudanças das características de um veículo não podem ultrapassar 70% do modelo original.

Para alguns proprietários, é possível fazer alterações internas, com o uso de peças de acrílico, que podem fazer uma alteração no painel do veículo, como a instalação de relógios na coluna lateral ao motorista. Este tipo de alteração não constitui alterações significativas, nem na motorização, nem no chassi.

Para os proprietários de caminhonetes, é possível solicitar a criação de peças únicas, que podem cobrir a parte traseira com a fixação de peças em fibra de vidro, aumentando a segurança, tendo maior espaço para carregar cargas, mesmo em dia de chuva. Este tipo de equipamento pode ser encontrado no mercado de venda de peças automotivas.

Para aos proprietários que preferem algo mais especial, é possível contratar empresas especializadas, que trabalhem com este tipo de material e façam peças de fibra de vidro sob encomenda.

Todas as alterações que são realizadas em um veículo devem estar de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro.

Por isso, aqueles que investem em um som automotivo, que ultrapassam oitenta decibéis, precisam encontrar eventos que reúnem este tipo de apreciador, em locais específicos, para que possam usufruir o máximo possível, sem incomodar terceiros.

Já as vias públicas e áreas residenciais, o proprietário de um veículo que tenha um equipamento de som ligado com o volume acima de oitenta decibéis, medidos a sete metros do veículo, pode ser multado e ter o veículo aprendido.

Logística facilitada por equipamentos

O trabalho realizado em uma fábrica de auto peças pode exigir a presença de equipamentos que precisam de força e alcance.

Por se tratar de partes que são destinadas a veículos, elas podem ser leves, como um volante, ou um para choque, até partes inteiras, que precisam ser encaminhadas pra as oficinas por meio de um transporte adequado, como uma caminhonete, ou mesmo um caminhão.

Dentro da indústria e do comércio, é possível encontrar setores que precisem de equipamentos mais leves, que não precisem da força de uma máquina para realizar tarefas simples, que podem ser resolvidas em movimentos bem articulados mesmo em espaços pequenos.

Por isso, o uso da empilhadeira manual em armazéns e depósitos são estimulados pelas empresas, para que possam agilizar os trabalhos.

Entre as vantagens deste tipo de equipamento, podemos destacar:

  • Controles básicos no acionador manual;
  • Manutenção básica de fácil realização;
  • Capacidade máxima é extensa;
  • Fácil empuxe, com rodas especias.

A questão de segurança do trabalho deve ser levada a sério, pois este tipo de equipamento pode suspender cargas de até uma tonelada e, se não estiver devidamente equilibrada sobre os dois braços de sustentação, um acidente pode acontecer. Isso, inclusive, provocaria prejuízos e envolver terceiros.

Portanto, os operadores de empilhadeiras, apesar de serem facilmente operadas, devem estar atentos às tarefas que são realizadas.

Já os profissionais que atuam com um maquinário mais pesado, também deve estar atento à aplicação de segurança do trabalho em todo o setor envolvido, pois os trabalhos realizados podem envolver diversos fatores dentro de uma indústria.

Por isso, o operador que estiver trabalhando com um trator peças devem ser fixadas de maneira segura, para que não escapem das pás, quando ele estiver fazendo manobras.

A liberação das peças só pode ser realizada quando chegar ao ponto final e sem ninguém ao redor, para não sofrer um acidente, caso aconteça a liberação de partículas, que possam machucar uma pessoa.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *