Detalhes que todo motorista precisa saber

Detalhes que todo motorista precisa saber

Ser um motorista em cidades agitadas é um exercício de paciência. Tudo começa em locais como a auto escola centro de guarulhos, mas na sequência há outros aspectos para se preocupar.

A documentação do veículo, as licenças, a documentação de transferência, a carteira provisória e definitiva. São tantos detalhes e burocracias que muitas vezes não ficam claras.

Contudo, para estar dentro da lei e não causar problemas no trânsito, é fundamental que o motorista conheça esse universo.

Afinal, o que é possível fazer com a carteira de motorista especial? Como funciona o processo de transferência de um veículo? O que é importante saber?

Se você também tem dúvidas sobre como funciona tudo isso na prática, esse post é para você. Continue lendo e confira alguns temas que todo motorista precisa saber.

Carteira de motorista especial

Assim como há a CNH provisória para quando o condutor é recém habilitado, existe uma modalidade conhecida como carteira de motorista especial.

Na prática, a diferença dessa carteira é que no documento constam as necessidades físicas e restrições que uma pessoa tem. É uma forma de identificar a pessoa e suas particularidades, por isso, é fundamental que as pessoas que precisam saibam desse direito.

Entre as doenças indicadas para a obtenção da carteira de habilitação nacional, algumas se destacam. São elas:

  • Amputação de membros;

  • Paralisia cerebral;

  • Doenças neurológicas;

  • Poliomielite;

  • Formigamento.

É importante a emissão deste documento neste formato porque em casos de blitz ou algo do tipo, o fiscal de trânsito já sabe dessa condição do condutor de forma prática.

Ainda em relação a carteira de habilitação, é preciso tomar cuidados para não perder esse documento ou acumular pontos por infração.

Quando um motorista chega ao limite de infrações, automaticamente o documento perde a validade e é preciso fazer um curso de reciclagem para emissão de um novo documento.

Laudo de transferência

Quando um motorista deseja vender um veículo ou trocá-lo com outra pessoa, é preciso deixar toda a documentação em dia.

O Laudo de transferência é uma delas. Na prática, esse documento também é chamado de vistoria de transferência e deve conter informações essenciais como o número do motor e o chassi de acordo com o fabricante.

Para a emissão do laudo, é necessário que se faça uma análise completa dos itens de segurança e documentação do veículo.

Após essa análise, fica mais fácil fazer a transferencia de veiculo de forma adequada.

Na prática, ter esse documento oferece muitas vantagens ao proprietário do veículo, como:

  • Mais credibilidade;

  • Regularização do veículo;

  • Redução das chances de fraudes;

  • Prevenção contra fraudes.

Licenciamento

Para não perder pontos na carteira e andar sempre em dia com a legislação brasileira de trânsito, cuidar de documentos como IPVA e licenciamento é fundamental.

Na prática, o documento que faz referência à licença de um veículo é emitido por órgãos como o Detran – departamento nacional de trânsito.

É um procedimento anual e que deve ser feito de forma obrigatória. É, de forma geral, o documento que dá licença e permite que os veículos trafeguem nas vias públicas.

Caso o condutor não renove o licenciamento, isso é considerado uma infração gravíssima e o motorista pode perder o direito de dirigir.

De acordo com o artigo 232 do Código de Trânsito Brasileiro, o condutor deve sempre andar com o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo) dentro do carro.

Isso serve para comprovar as obrigações legais e o não cumprimento gera uma multa leve para o condutor e 3 pontos na carteira.

Dicas gerais para todo motorista

Se diante de todas essas obrigações, você ainda pensa em dirigir ou está pensando em formas de organizar a vida de condutor, algumas dicas ainda podem te ajudar.

Antes de qualquer procedimento, optar por centros especializados e experientes como uma auto escola centro de guarulhos é algo que faz a diferença.

A experiência dos professores, o ambiente e o auxílio na marcação de exames e testes faz toda a diferença neste sentido.

Além disso, respeitar as leis de trânsito, manter a documentação em dia e não adulterar o veículo são dicas gerais para que você evite alguma notificação de um órgão responsável.

Se você estiver com a carteira provisória, evite correr riscos desnecessários. Se informar mais sobre os tipos de infração e as consequências também é algo válido para não errar nesse momento.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *